Glossário - Anime/Manga

Ir em baixo

Glossário - Anime/Manga

Mensagem  Admin em Qua Ago 22, 2012 2:04 pm

Este é um jogo para aventuras em estilo anime, mangá e games japoneses. Aqui estão
explicações para alguns termos ligados a essa cultura.

Anime: abreviação de animation, termo japonês para desenhos animados. No Ocidente,
é usado para desenhos animados com estética japonesa.

Baka: tolo, estúpido, idiota. Uma ofensa comum (mas leve) em anime e mangá.

Bakemono: monstro, demônio. Em geral esta palavra é usada quando não se tem certeza
sobre o tipo específico de monstro (alien, demônio, vampiro...).

Bishonen: rapaz muito atraente, de traços afeminados ou andróginos. No Ocidente é
comum (mas incorreto) dizer que qualquer personagem masculino de boa aparência é bishonen.

~chan: diminutivo afetuoso usado junto ao nome. Assim, “Márcia-chan” seria o mesmo
que “Marcinha”. É mais usado por meninas, ou por adultos para tratar meninas ou crianças.

Chibi: baixinho. Também é um termo popular para uma versão infantil de um personagem
adulto. Foi difundido pela personagem Sailor Chibi-Moon, versão mais jovem da protagonista de
Sailor Moon. Não é o mesmo que Super Deformed (veja em “SD”).

Cosplay: abreviação de costume play. Ato de fantasiar-se como um personagem de
anime, game ou (mais raramente) mangá, para participar de concursos ou apenas por diversão.
Uma atividade muito comum em convenções de fãs.

Gaijin: estrangeiro, alienígena. É um termo japonês informal (e muitas vezes pejorativo)
para forasteiros; a palavra formal é gaikokujin.

Grunt: grunhir, resmungar. Grunts é também um termo norte-americano para os soldados
de infantaria das forças do mal, como os Soldados Hidler de Changemen. São facilmente
identificados por não falar (apenas grunhir), atacar em grande número e usar fantasias medíocres
(mesmo para os padrões tokusatsu). São também conhecidos como “soldados capengas”.

Harém: subgênero das histórias shounen, geralmente comédias românticas sobre um
protagonista masculino cercado de lindas garotas. Tenchi Muyo! e Love Hina são os representantes
mais conhecidos. Por outro lado, Fruits Basket e Fushigi Yuugi são apontados como versões
shoujo destas histórias, com muitos homens atraentes devotados a uma protagonista feminina.

Henshin: metamorfose, transformação. Muitos super-heróis japoneses, sobretudo os
vários Kamen Riders, gritam esta palavra ao assumir suas formas de herói.

Hentai: tarado, pervertido. Também se refere a anime e mangá de conteúdo erótico.

Jigoku: inferno.

Kaijin: termo popular para monstros de tamanho humano.

Kaijuu: termo popular para monstros gigantes (também conhecidos como daikaijuu),
como os adversários de Ultraman. Godzilla é a mais famosa destas criaturas.

Kakkoii: de boa aparência. Elogio muito usado por jovens para pessoas, roupas, veículos
ou mesmo monstros de visual impressionante.

Kami: deus, grande espírito. O Deus cristão é normalmente chamado kami-sama.

Kawaii: bonitinho, gracioso, engraçadinho. Elogio muito usado por meninas, para se
referir a coisas fofas (como bichos de pelúcia); por meninos, para se referir a meninas bonitas;
e por invasores do espaço, para se referir às forças armadas da Terra...

Kemono: gênero muito antigo de arte japonesa, com personagens animais em situações
humanas, usado amplamente em desenho, pintura, anime, mangá e videogames.

Kiodai: gigante.

Kiodai Robotto: robô gigante.

Kishi: guerreiro, normalmente um cavaleiro de armadura.

Kishin: termo popular para robôs gigantes de combate. Provavelmente é uma combinação
de kishi e mashin (“máquina”, do inglês machine).

~kun: diminutivo respeitoso usado junto ao nome, equivalente a “Junior” ou “senhor”. É
um pouco mais formal que “~san”, usado para tratar amigos ou subordinados.

Kuso: merda. Palavrão muito comum em anime e mangá, onde é considerado mais leve
que no Ocidente. No Brasil, costuma ser substituído por “droga” ou “maldição”. (Lembrando que
um certo cão-demônio costuma gritar “maldiçããão!” o tempo todo...)

Mahou Shoujo: menina mágica. Um subgênero das histórias shoujo, sobre garotas com
poderes mágicos que combatem o mal. Sailor Moon é a mais famosa história deste tipo, que
também inclui Guerreiras Mágicas de Rayearth e Sakura Card Captor.

Mangá: história em quadrinhos. No Ocidente, é usado para HQs com estética japonesa.

Mecha: ou mech, do inglês mechanical. No Japão, é qualquer máquina presente em
anime e mangá — robôs, naves, veículos, armas e outras. No Ocidente, o termo é mais
específico para grandes robôs bípedes tripulados (ou controlados à distância; jamais autônomos),
geralmente usados como máquinas de guerra.

Metabot: um robô gigante formado por robôs menores conectados. Go Lion (conhecido
no Ocidente como Voltron) teria sido o primeiro metabot.

Metal Hero: subgênero das séries tokusatsu, quase sempre sobre policiais ou heróis do
espaço que usam armaduras metálicas, ou transformam-se em guerreiros metálicos. Teve início
com a trilogia dos “Xerifes Espaciais” (Uchuu Keiji), formada pelas séries Gavan, Sharivan e
Shaider. Também inclui Jaspion, Spielvan, Metalder, Jiraiya, Jiban, Winspector, Solbrain e outros.

Nekomimi: ou catgirls. Termo popular para garotas ou mulheres humanas com orelhas e
cauda de gato. A palavra quer dizer “orelha de gato”, mas também é usada para outras
combinações mulher/animal, como coelhos, raposas e (mais raramente) cães. Nekomimi masculinos,
mais raros, costumam ser associados a cães (como Inuyasha) e lobos.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 207
Data de inscrição : 22/08/2012

Ficha de Personagem
PV:
30/30  (30/30)
PM:
30/30  (30/30)

Ver perfil do usuário http://3detalphaonline.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Glossário - Anime/Manga

Mensagem  Admin em Qui Ago 23, 2012 10:50 am

Ningen: ser humano, gente.

NPC: Non Player Character, “Personagem Não-Jogador”. São todos os personagens não
controlados pelos jogadores em uma aventura de RPG.

Oni: demônio.

Otaku: no Japão, é um termo pejorativo para fãs obsessivos de anime, mangá, games,
computadores, ídolos pop e qualquer outro hobby. No Brasil é qualquer fã de anime e mangá, mas
sem a mesma carga negativa.

RPG: Role Playing Game, “Jogo de Interpretação de Papéis”. Jogo inventado nos Estados
Unidos — país onde até hoje é mais praticado —, em que os jogadores assumem papéis de
personagens para contar histórias. Dungeons & Dragons foi o primeiro RPG do mundo, em 1974.
No Oriente, o termo também é usado para videogames sobre grupos de companheiros envolvidos
em longas missões, como Final Fantasy.

~sama: sufixo extremamente respeitoso usado junto ao nome, equivalente a “digníssimo”.
Usado para tratar uma pessoa em cargo ou posição superior.

~san: sufixo respeitoso usado junto ao nome, equivalente a “senhor”, mas um pouco
mais informal que “~kun”. É bastante comum entre amigos e colegas.

Senpai: veterano. Nas escolas japonesas, é um termo respeitoso usado por alunos
novatos para tratar veteranos.

Sensei: mestre, professor ou doutor.

Sentai: equipe, esquadrão ou força-tarefa. Termo popular para séries tokusatsu com
equipes de super-heróis com uniformes coloridos, armas avançadas e treino em artes marciais,
formadas por três ou mais integrantes (tipicamente cinco) que protegem a Terra contra invasores
de outros planetas ou dimensões. Himitsu Sentai Goranger foi a primeira série sentai.

Shoujo: menina. Também se refere a anime e mangá para meninas. A maioria é sobre
romance e/ou fantasia, mas também pode envolver ação, aventura, horror e ficção. Fushigi
Yuugi, The Vision of Escaflowne, Fruits Basket e Peach Girl são exemplos de histórias shoujo.

Shounen: menino. Também se refere a anime e mangá para meninos, quase sempre
envolvendo muita ação, competição, violência e/ou personagens femininas irreais. Dragon Ball Z,
Naruto, Shaman King e Video Girl Ai são exemplos de histórias shounen.

Shuwatch: ninguém sabe o que quer dizer, mas o Ultraman grita isso quando voa...

Sugoi: fantástico, incrível, impressionante. Expressão de espanto ou entusiasmo. Os
mais jovens também dizem sugee!

SD: Super Deformed. Uma versão cômica, brincalhona de um personagem, quase
sempre menor, com membros atarracados e cabeça enorme. Personagens de anime e mangá
assumem essa aparência em momentos de humor e/ou emoção intensa, como medo, raiva,
surpresa ou constrangimento. Em antigos videogames japoneses, devido a limitações de
resolução gráfica, os personagens eram sempre SD (uma estética até hoje mantida em alguns
jogos). Não é o mesmo que chibi.

Super-Sentai: uma série sentai envolvendo monstros e robôs gigantes. Tipicamente,
em cada episódio a superequipe derrota um exército de grunts e o “monstro da semana”, que
ressuscita em uma versão gigantesca; os heróis então convocam enormes veículos ou
animais robôs, que combinam-se para formar um robô gigante e destruir o monstro. Battle
Fever J foi a primeira série super-sentai, que também inclui Google Five, Changemen, Flashman,
Maskman e dezenas de outras outras.

Tengoku: país celestial, o Paraíso.

Tenshi: anjo.

Tokusatsu: efeitos especiais. Termo japonês para filmes de ficção, fantasia e horror para
cinema ou TV. Godzilla, Ultraman e Kamen Rider são as produções deste tipo mais famosas.
Wusha: “pessoas voadoras” em chinês. Subgênero do cinema de ação com artistas
marciais capazes de façanhas atléticas assombrosas, até mesmo voar. O Tigre e o Dragão, Herói,
O Clã das Adagas Voadoras, Shaolin Soccer e Kung-Fusão são exemplos bem conhecidos.

Yatta: consegui. Expressão de comemoração, muito usada após superar um desafio ou
vencer uma luta, especialmente em games. Em Street Fighter, ao vencer, Chun Li e Ken gritam
“Yatta!” e “Yatta ne!” respectivamente.

Youkai: espírito. Termo genérico para numerosos seres sobrenaturais do folclore japonês,
como fantasmas, fadas, vampiros, licantropos e demônios.
avatar
Admin
Admin

Mensagens : 207
Data de inscrição : 22/08/2012

Ficha de Personagem
PV:
30/30  (30/30)
PM:
30/30  (30/30)

Ver perfil do usuário http://3detalphaonline.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum